Transporte de cargas líquidas perigosas é tema de reunião no Ministério da Infraestrutura

A CNTA participou de uma reunião realizada pelo Ministério da Infraestrtura nesta quarta-feira (15) para alinhamento das demandas do transporte de cargas líquidas perigosas. Estiveram presentas na discussão representantes de transportadores autônomos e de empresas transportadoras do segmento, além da ANTT e do DENATRAN.


O assunto principal da reunião foi em relação à necessidade da emissão das Autorizações Especiais de Transporte (AET’s) para o segmento. As contribuições feitas pela CNTA sobre o assunto tiveram como foco a necessidade da desburocratização do processo e da redução dos custos de operação dos transportadores autônomos.


A CNTA também se comprometeu a emitir um ofício para a PRF solicitando maior fiscalização dos conhecidos “caminhões brancos” (FOB), que realizam o transporte de combustível e líquidos perigosos mas sem as devidas autorizações e condições técnicas.

Outro assunto abordado foi a continuidade da fiscalização do Piso Mínimo de Frete por parte da ANTT e suas devidas autuações quando do não cumprimento por parte dos embarcadores.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário